Exposição: O Axé Visível dos Terreiros — Festival Percurso 2018

A atividade vai além da exibição de imagens, traz a provocação do que se pode ou não ser registrado dentro dos terreiros espalhados pelo Brasil. Os fotógrafos Fernando Solidade, Nego Júnior e Rogerio Pixote fundem a experiência do olhar fotográfico documental das periferias com registros feitos pelo trio de fotógrafos nas casas de axé. A exposição fotográfica é um singelo recorte proposta dentro da imensidão da religiosidade de matriz africana presente e atuante em solo brasileiro.

Imprensa

Jornalistas Livres — jornalistaslivres.org/maior-terreiro-do-mundo-na-zona-sul-de-sp
“A cultura afrobrasileira também estará presente na exposição fotográfica “O axé visível dos terreiros” que vai além da exibição de imagens. A exposição traz a provocação do que se pode ou não ser registrado dentro dos terreiros espalhados pelo Brasil. Os fotógrafos Fernando Solidade, Nego Júnior e Rogerio Pixote fundem a experiência do olhar fotográfico documental das periferias com registros feitos nas casas de axé.”

Catraca Livre — catracalivre.com.br/cidadania/festival-percurso-reune-mestres-em-omaiorterreirodomundo-em-sp

26 de outubro de 2018
Exposição FOTOPRETA